segunda-feira, 23 de maio de 2011

VIII PLENÁRIA DE LUTA CONTRA O NEOLIBERALISMO
Organização do Povo
O Proletariado, em sua luta pelo poder, tem como única arma, a ORGANIZAÇÃO.

Vivemos um momento de incertezas, onde o modo de produção capitalista passa por uma crise final e de transição, pois a sua estrutura como sistema de produção e organização social é contraditória, e ainda põe em risco a existência humana, na medida em que a celeridade com que extrai recursos da natureza não é a mesma com que esta consegue regenerar-se. Mesmo com alta capacidade de produção o capitalismo submete milhões de seres humanos à extrema miséria, fome, falta de moradia, condições de trabalho insalubres, analfabetismo clássico e funcional, de modo que os trabalhadores quem constroem toda a riqueza no mundo nada possuem, enquanto os patrões que nada produzem tudo têm.
A burguesia dos Estados Unidos e da Europa submetem povos inteiros ao seu sedento desejo de acumular mais e mais capital, e para tanto servem-se de suas indústrias bélicas. O agronegócio brasileiro produz soja para comercializar. Da mesma forma, o complexo industrial-militar dos EUA produz modernas armas, e precisa escoar a sua produção. Como fazer isso? Incitando guerras absurdas, onde colombianos matam colombianos e enriquecem os senhores da guerra, ou ainda guerras de rapina às riquezas naturais, como no Iraque. O Brasil nesse contexto, como “Menina dos olhos” do imperialismo, por ser o maior país tanto em extensão como em recursos naturais do continente, joga um papel importante, pois como dizia Ernesto Che Guevara “pra onde pender o Brasil penderá toda a América Latina”.
A profunda ruptura com as estruturas arcaicas do capitalismo não se dará de forma espontânea, como fruto do esgotamento natural do modo de produção, nem a liberdade plena para os trabalhadores se efetivará através de concessões, como por exemplo a eleição de figuras historicamente ligadas a classe trabalhadora, mas que para tanto devam disciplinar-se à “cartilhas econômicas” neoliberais. O que garantirá a construção de uma nova sociedade é a REVOLUÇÃO, e para tanto como afirma Lênin, a única arma dos trabalhadores é a ORGANIZAÇÃO.
Diante disto, o fortalecimento dos Comitês de Luta Contra o Neoliberalismo, como catalisador das bandeiras emergentes e estratégicas da classe operária, em sua luta pela paz e contra as injustiças sociais, e como embrião do poder socialista, é tarefa de todos os trabalhadores, pois como aponta o Comandante Fidel Castro, a classe operária é a classe fecunda.

ORGANIZAR OS TRABALHADORES EM SUA MARCHA HISTÓRICA!!!

CONTRA AS INJUSTIÇAS SOCIAIS!!!

COMITÊ DE LUTA CONTRA O NEOLIBERALISMO – CEARÁ

VIII PLENÁRIA DO COMITÊ DE LUTA CONTRA O NEOLIBERALISMO - CEARÁ

LOCAL: SINTUFCE: RUA WALDERY UCHOA, 50   /    BENFICA
(EM FRENTE A PRACINHA DA GENTILÂNDIA)

HORÁRIO: 09:00 HORAS

NO PRÓXIMO DOMINGO, DIA 29 DE MAIO!!!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário