quarta-feira, 13 de abril de 2016

Março em Fortaleza foi contra o golpismo e pela democracia

O povo cearense tem compreendido que o que está em jogo é muito mais que o mandato da Presidenta Dilma, mas todos os avanços e conquistas dos últimos anos em todo o país. Por isso mesmo, os diversos setores da sociedade, trabalhadores rurais e urbanos, profissionais liberais, artistas e acadêmicos têm se mobilizado denunciando o golpismo, impregnado em falácia institucional, e pela defesa das garantias constitucionais e democráticas, que custaram tão caro aos brasileiros em 21 anos de ditadura fascista.

O povo foi às ruas com vontade de lutar em defesa de Dilma e da Democracia, especialmente nos últimos dias, evidenciando o contraste entre essas manifestações e os atos “pró-impeachment”, fascistas, de deboche e desrespeito aos direitos humanos e às liberdades democráticas. Esse é um fato importante que constrange os golpistas momentaneamente.

A agenda de luta contra o golpe e pela democracia em Fortaleza começou em 18/03, no Dia Nacional de Mobilização Contra o Golpe, quando cidade de Fortaleza teve uma de suas maiores manifestações nos últimos anos, contabilizando cerca de 100 mil pessoas. O ato foi coordenado pela Frente Brasil Popular e contou com partidos políticos, sindicatos e movimentos sociais. O PCML e o CLCN também estiveram presentes neste importante momento de afirmar o compromisso dos cearenses na luta contra o golpe neoliberal e barrar o retrocesso.

Abaixo alguns atos importantes na capital cearense:

UECE Contra o Golpe - Movimentos sociais, estudantes, professores e demais servidores da Universidade Estadual do Ceará realizaram um Ato no dia 30/03, no final da tarde, Bloco H do Campus do Itapery com adesão de dezenas de pessoas. O CLCN esteve presente. O ato foi promovido pelo DCE-UECE e pela Frente Brasil Popular, e debateu, entre outras coisas, a organização da comunidade acadêmica contra o golpe.

O vice-reitor Hidelbrando dos Santos leu a nota oficial da reitoria, que afirma e denuncia: “é preciso opor-se aos que querem a destruição da diferença e da contestação. Caso prevaleçam os que ofendem a normalidade democrática e o diálogo, mesmo na crise, estaremos destruindo o Estado Democrático de Direito e o trocando por um sistema político que flerta com a barbárie, um autoritarismo com fachada legal, e que estimula um Estado Policial que solapa as liberdades individuais”.

Advogados Pela Democracia - Em aula pública que lotou a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC) na noite de 30/3, com mais de 800 pessoas, advogados cearenses disseram "não” ao golpe. Participou do evento o secretário de Justiça do estado do Ceará, Hélio Leitão, que chamou o juiz Sérgio Moro de "aprendiz de golpista".

31/03 pela Democracia - O ato contra o golpe e em defesa da Presidenta Dilma se concentrou na Praça Clóvis Bevilaqua e seguiu em caminhada pelo centro da cidade até o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema. Participaram da manifestação 50 mil pessoas de sindicatos, partidos políticos e movimentos sociais. O PCML e o CLCN também estiveram presentes. O governador Camilo Santana conclamou: "Vamos cumprir o papel importante de defender a democracia neste país (...) Cinqüenta e quatro milhões de brasileiros elegeram a presidente Dilma".

02/04 Ato Pela Legalidade - O ex-presidente Lula esteve em grande ato realizado na Praça do Ferreira pela manhã. O ato contou com diversos partidos, sindicatos, movimentos sociais e participaram em torno de 20 mil pessoas que ocuparam os quatro cantos da praça em meio à maior chuva dos últimos anos na capital cearense. "Eles têm que entender que nós, nordestinos, aprendemos a ter orgulho. Precisamos dizer em alto e bom som: NÃO VAI TER GOLPE!", concluiu Lula.

Todos estes atos e iniciativas tiveram grande projeção ao se somarem aos esforços em todos os cantos do país para barrar o golpe. Entretanto, mesmo que a direita fascista recue, por hora, nada pode significar calmaria, pois a articulação entre oligarquias e o imperialismo estadunidense vai continuar destilando o veneno através da mídia na sua escalada golpista.

Sucursal CE

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário