sábado, 3 de janeiro de 2015

Mobilização Popular Contra o Aumento de Passagens de Ônibus em Maracanaú

Estudantes, trabalhadores e militantes de movimentos sociais realizaram neste dia 3 de janeiro uma passeata pelas ruas de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza, contra o aumento abusivo e arbitrário das tarifas de ônibus intermunicipal. No finalzinho de 2014, os usuários do transporte coletivo foram surpreendidos pelo aumento repentino e sem transparência. A tarifa das linhas que interligam Fortaleza aos municípios da RM teve aumento médio de 11,6%.

Foram afetados usuários do transporte público das cidades de Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Eusébio, Aquiraz, Pacatuba, Guaiúba, Itaitinga, Horizonte, Pacajus, Chorozinho e São Gonçalo do Amarante.

Sob a palavras-de-ordem “Se a passagem não baixar, a VIAMETRO* vai parar” a manifestação foi chamando atenção dos populares e dos trabalhadores do comércio que sentem na própria carne os efeitos nefastos do aumento. A passeata depois de caminhar pelo centro da cidade, findou na praça do CDL.

A Juventude 5 de Julho esteve presente na atividade panfletando a nota da J5J. A nota foi muito bem recebida pela população que apoiou totalmente o movimento.

Organizar para a luta, porque só a luta transforma!

Desde a última segunda-feira de 2014, no finalzinho do ano, as empresas de ônibus intermunicipais aumentaram 20% do preço das passagens, prejudicando bastante a vida de milhares de trabalhadores e estudantes que precisam se locomover de outras cidades para Fortaleza. Além de Maracanaú, Caucaia, Maranguape, Eusébio, Aquiraz, Pacatuba, Guaiúba, Itaitinga, Horizonte, Pacajus, Chorozinho e São Gonçalo do Amarante aumentaram o preço das passagens.

É um absurdo que boa parte do orçamento das pessoas seja para pagar por um serviço de péssima qualidade, onde veículos lotados e sem nenhum conforto. Por outro lado, os cobradores e motoristas que trabalham para estas empresas continuam sem nenhuma melhoria nas condições trabalho, nem segurança e nem aumento de salário.

Do que a gente deduz disso? Que o aumento não é vantagem nenhuma para quem precisa do transporte coletivo. O aumento das passagens só serve para manter o lucro e hegemonia das empresas que monopolizam o transporte intermunicipal. É assim no capitalismo, os grandes empresários tem do bom e do melhor e quem paga a conta é o povo.

A única alternativa diante desse ato arbitrário é a organização popular de quem depende de ônibus, construindo Comitês de Luta Contra o Neoliberalismo para a discussão e denuncia contra as injustiças sociais que uns poucos empresários cometem contra o povo que paga impostos.

Se nós, estudantes e trabalhadores nos organizarmos, de pouquinho em pouquinho podemos conquistar muita coisa. Os grandes empresários tem poder sobre as grandes empresas, mas nós temos a união. Devemos se organizar pra luta, porque só a luta transforma!

Juventude 5 de Julho
(*) VIAMETRO é a empresa que operam as linhas de ônibus que circulam por Maracanaú.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário