quarta-feira, 1 de março de 2017

As Tarefas da Juventude

Jovens comunistas:

Transmito as minhas mais calorosas saudações a vós, que sois a jovem geração do Partido Comunista, seu futuro e sua flor.

E por que deveis ser e creio que o sereis, a flor da nossa república, e portadores do seu glorioso futuro, queria dizer-vos algumas palavras sobre a missão dos jovens comunistas, que devem ser o exemplo para o resto da juventude no cumprimento das grandes tarefas que lhes confere o Partido Comunista e a República.

1) O jovem comunista antes de tudo, deve ser um estakanovista de nossa reconstrução, um estakanovista do plano bienal. A realização do plano bienal tem uma importância ímpar para a jovem geração. Sua execução fará com que a vida futura de nossa juventude seja uma vida feliz na qual não se conheça o desemprego, nem a dura luta por um pedaço de pão. Por isto é necessário que a juventude marche na vanguarda dos cumpridores do plano bienal. Com isto os jovens comunistas darão exemplo. Devem mostrar com seu trabalho, que este para eles não é um simples e triste meio de ganhar a vida, mas sim, um dever patriótico, o sentido de uma vida alegre e honrada.

Os jovens comunistas devem ser os pioneiros da nova relação entre o homem e o trabalho, sobretudo no trabalho físico, que deve ocupar em nosso país o posto de honra que lhe corresponde por direito próprio. Os jovens comunistas devem ser os nossos primeiros estakanovistas, a vanguarda do trabalho voluntário nas brigadas que ajudam a nossa agricultura e nossa indústria.

2) Os jovens comunistas devem ser também os guardiãs de nossa democracia popular e de nossos ideais progressistas. Nossa juventude de hoje, cresceu na luta contra os ocupantes, na revolução nacional e na construção de nossa democracia popular. Por isto, é necessário que proteja e defenda esta obra, nossas conquistas revolucionárias, como a menina dos seus olhos. Que a defenda contra todos aqueles que se esforçam por reviver os velhos tempos, que minam e sabotam nossa economia nacionalizada, nossos direitos políticos populares e os novos direitos da juventude,

A juventude está representada hoje na vida pública, na administração do Estado, nos Comitês Nacionais e em todo o conjunto da vida do país como jamais o esteve. Os jovens comunistas devem esforçar-se para que em todos estes organismos penetre o novo e juvenil espírito progressista alheio por completo ao burocratismo.

A juventude constitui também a fonte principal de nossos quadros militares. Os jovens comunistas devem ser os melhores soldados, devem despertar o carinho do povo pelo exército e SNB (Guarda de Segurança Nacional), e velar para que nosso novo exército cresça como um verdadeiro exército popular e anti-fascista.

3) Os jovens comunistas devem lutar pela unidade da juventude e de todo o povo. Em nossa juventude se observa um grande desejo de unidade e de repugnância para o velho partidarismo. A tarefa dos jovens comunistas é fomentar e reforçar estes sadios sentimentos, denunciando energicamente perante o resto da juventude os inimigos que querem destruir a unidade. Por isto, o nosso Partido não funda uma organização própria da juventude senão que diz a todos seus jovens filiados: deveis ser os melhores, os membros mais abnegados da Federação da Juventude Checa, vos tendes que fomentar no seio da juventude a idéia de unidade, de solidariedade e de colaboração pelo bem estar do povo e da República. A vontade da juventude pela unidade transformar-se-á num poderoso movimento de cooperação de todo o povo, da Frente Nacional, e estreitará a amizade dos jovens operários, estudantes e camponeses, fazendo efetiva a aliança real dos operários, camponeses e intelectuais, de todas as classes trabalhadoras de nosso povo.

4) Ao mesmo tempo, que os jovens comunistas forem forjadores de nossa unidade estatal, reforçarão as relações fraternais entre checos e eslovacos nos limites da República Tchecoslovaca que se baseia na completa igualdade de direitos de ambos os povos. Nossa jovem geração, que conheceu a cruel opressão alemã, que conheceu em sua própria carne as conseqüências da desunião de nossos povos, é a mais indicada para ser a promotora principal das relações verdadeiramente fraternais entre tchecos e eslovacos.

5) Os jovens comunistas, devem ser enfim os melhores defensores da solidariedade eslava. A juventude de hoje, goza da liberdade, somente graças ao nosso grande aliado, a União Soviética e a seu poderoso exército. Tende sempre em conta que uma ruptura desta aliança significaria a perda desta liberdade no futuro. A juventude de hoje, é a geração mais feliz do nosso povo, conheceu diretamente os russos, os iugoslavos, os polacos e os demais irmãos eslavos. Dedicai todo o vosso carinho a essa amizade. Nela reside a máxima garantia da nossa liberdade, de nossa independência, assim como do florescimento da nossa economia e cultura. Os jovens comunistas tem diante de si uma grande tarefa: trabalhar para que toda nossa juventude se orgulhe de pertencer a grande família dos povos eslavos, que marcham hoje na primeira fila do progresso mundial, na vanguarda de todas as forças democráticas do mundo, pela paz e a colaboração democrática entre os povos.

Estas são as cinco principais tarefas políticas dos jovens comunistas, tarefas, que devem constituir o conteúdo de toda a sua atividade e o sentido de toda sua vida. Queria mencionar aqui alguns traços peculiares da moral do jovem comunista, que deve mostrar em sua atividade política, e em toda sua vida, e que deve constituir também o exemplo para o resto da juventude.

São principalmente a atividade e a abnegação no cumprimento das tarefas que a República e o Partido lhe designa. O amor à Pátria ao povo e ao Partido, devem orientar toda sua atividade, devem ser sua consciência, aos quais deve subordinar o resto de seus interesses. Que não tema sacrificar o seu tempo livre ou de distração. Precisamente uma tal atividade abnegada fará com que sua vida seja plena, nobre e formosa.

O amor ao estudo, deve ser um traço característico de cada jovem. Isto é, que o jovem deve ampliar constantemente seu horizonte espiritual, aprofundar seus conhecimentos da teoria socialista estudar a história, a cultura do seu povo, e finalmente, amar a sua profissão, e melhorar constantemente sua qualificação técnica. Este é o dever de nossos jovens operários, estudantes e empregados. Recordai as palavras do grande Lénin dirigidas aos konsomols soviéticos: Não é bom comunista aquele que não quer assimilar todos os conhecimentos acumulados pela humanidade.

Outras qualidades dos jovens comunistas elevem ser a valentia e a coragem. Deveis ser combativos e intrépidos, como a própria condição de jovem o exige. Não temais às novas idéias, não temais lutar pelas idéias que considereis justas, não temais tampouco os erros nem a crítica. Este é o espírito que necessitamos como o ar em toda a nossa vida pública, e que queremos ter também no Partido.

Um jovem comunista deve ser também um exemplo nas suas relações pessoais com seus companheiros. Um exemplo de camaradagem e de solidariedade. O resto da juventude deve saber que vos sempre estais prontos a ajudá-los e a aconselhá-los. Também deveis constituir um exemplo de relações carinhosas e sinceras para com vosso país. Esforçai-vos por manter a pureza moral e a sinceridade nas relações entre o homem e a mulher. Nossas jovens famílias serão os elementos sadios da nossa vida nacional. Tudo isto, são tarefas do comunista que quer edificar uma sociedade nova, mais humana e melhor.

Camaradas! Somente pude enumerar algumas das tarefas e das qualidades que devem enaltecer a um bom jovem comunista. Realmente, estas são grandes tarefas, e por isso exigimos muito de vós.

Temos que exigir muito e devemos exigi-lo. Se queremos realizar a tarefa histórica que se impôs ao Partido, isto é, ganhar a maioria do povo para nossa política e para nossos objetivos, se queremos marchar a passos rápidos e seguros para o socialismo, necessitamos quadros fortes e conscientes nos quais se apóie o Partido, que serão os baluartes defensores e realizadores da política comunista.

Se alguma vez encontrais dificuldades, se necessitais de alento, recordai a vossos camaradas soviéticos. Que magnífica geração surgiu da Revolução Socialista de Outubro na União Soviética. Que tarefas soube cumprir. A construção do Estado e da economia socialista, os planos qüinqüenais de Stálin e finalmente a derrota da Alemanha hitleriana, são em grande parte a obra dos jovens que cresceram em Outubro e depois de Outubro. Que sejam eles o melhor exemplo para vós.

E outros exemplos, que sejam os nossos heróis que pereceram ante os pelotões de fuzilamento, e nos campos de concentração da Alemanha e nos campos de batalha: Sverna, Fucik, Brunclik, Santroch, Konrad. Estudai a vida e a atividade destes destacados combatentes, pensai no seu exemplo e atuais como eles.

E se marchais por este caminho, tereis o mérito de que não somente não se duvide da atual geração, mas sim, pelo contrário, será reconhecida como a melhor jovem geração do nosso povo. Então para ganharem o futuro a glória de haver sido uma geração de intrépidos e abnegados forjadores da democracia popular e também do socialismo.

Resposta do primeiro ministro do Governo Tchecoslovaco Klement Gottwald às perguntas feitas pelo correspondente do diário soviético "Komsomolskaya Pravda", E. Rodikov.

1. Que importância tem o piano econômico bienal para a juventude tchecoslovaca e como valoriza o Sr. as tarefa da juventude no cumprimento do plano?

O objetivo do plano bienal é constituir a base do bem estar e do florescimento social, cultural e econômico do país, assim como assegurar a ordem democrático-popular e a independência da República. Não queremos que o nosso povo sofra de novo a miséria e o desemprego e nem que sua liberdade volte a ser ameaçada. Isto significa, na prática, que o plano bienal deve assegurar, o futuro feliz e tranqüilo de nossa atual jovem geração e das gerações futuras. O cumprimento do plano bienal constitui pois, o máximo interesse da juventude tchecoslovaca.

Por outra parte, não podemos imaginar bem a realização satisfatória do plano sem o trabalho abnegado da juventude em todos os ramos da economia. As experiências que temos até hoje — a ajuda da juventude na colheita, sua iniciativa em criar a Equipe Nacional do trabalho voluntário, no dia da Festa Nacional Tchecoslovaca em 28 de outubro do ano passado, a intensa participação da juventude nas brigadas de ajuda à nossa indústria mineira etc. demonstram, que nossa juventude compreendeu bem o significado da nossa obra nacional de reconstrução na qual ela toma parte, com entusiasmo e alegria. Estou certo, de que precisamente, no cumprimento do plano bienal, nossa juventude mostrará sua energia, capacidade e entusiasmo juvenil.

2. O que é necessário, segundo sua opinião, para que a juventude tchecoslovaca participe ainda com maior intensidade no cumprimento do plano bienal?

A resposta a essa pergunta é bem simples: É necessário que nossa juventude siga com redobrada atenção e conseqüência o exemplo da juventude soviética, que trabalha hoje para cumprir o novo plano qüinqüenal de Stálin, com o mesmo heroísmo com que combateu os invasores alemães.
É necessário que nossa juventude se tenha em conta também que ela é dona do seu país e de seu destino, que veja no plano bienal algo próprio, ao qual dedique toda a sua vontade, inteligência, entusiasmo e audácia. Assim crescerão em nosso país quadros juvenis com iniciativa, que não tenham medo de superar as velhas normas e regras de produção, quadros audazes, organizadores da produção, racionalizadores do processo de produção; inventores. Uma coisa que desperta nossa esperança neste sentido é a iniciativa da organização unitária da juventude "Federação da Juventude Tcheca", que se impôs como objetivo a construção, com as forças dos jovens voluntários, de casa para os operários das grandes oficinas Stálin, e os mineiros da mina carbonífera de Most, assim como reconstruir a vila mártir, destruída pelos alemães, Lídice. Esta "empresa" da juventude será, como creio, o monumento da compreensão por parte da nossa juventude, das tarefas derivadas do plano bienal.

3. Que traços deixou no espírito da juventude checa a ocupação alemã e quais são as atuais tarefas da educação democrática da juventude tchecoslovaca?

Quanto à marca deixada pela ocupação hitleriana em nossa juventude, queria insistir aqui, antes de tudo, num fato alentador, é que os ocupantes alemães e seus sequazes, não conseguiram inculcar na juventude o espírito fascista, que nossa juventude se manteve fiel às tradições democráticas de seu povo, e mais ainda, que sua parte mais progressista ocupou um importante lugar na resistência do povo aos ocupantes e na reconstrução do Estado Livre. As conseqüências da ocupação manifestaram-se em primeiro lugar, no baixo nível da instrução geral da juventude, devido ao fechamento da imensa maioria das escolas, a mutilação dos ensinamentos, e a supressão de todo gênero de vida livre, política e cultural; no relaxamento da moral, da parte menos consciente da nossa juventude, sobretudo, nas suas relações com o trabalho e em sua vida privada.

Nosso dever é liquidar rapidamente este triste legado, esta é também a tarefa de nossas escolas, que devem ser organizadas e impregnadas de um espírito realmente anti-fascista e progressista; é a tarefa das organizações de massa da juventude; enfim é uma das tarefas obrigatórias para todos os dirigentes da nossa vida pública. Também terá grande influência neste sentido os cumprimentos do plano bienal. Quando as massas da juventude forem atraídas pelo trabalho criador", serão ganhas pelo trabalho. E eu creio, que a alegria do trabalho é um dos melhores meios de educação.

4. Por que alguns partidos da Frente Nacional não apóiam a organização unitária da juventude, a Federação Democrática da Juventude Tcheca?

Alguns partidos da Frente Nacional, desgraçadamente, não compreendem a enorme importância que tem para o povo, que a juventude, na época de sua formação política e moral, esteja concentrada em uma organização unitária, que a eduque na lealdade à Pátria, solidariedade nacional, e atividade construtiva. Estes partidos ocupam, em primeiro lugar, dos seus interesses egoístas de partido, minando a unidade da juventude, criando organizações juvenis próprias.
5. Qual é o papel do governo tchecoslovaco nos preparativos do Festival Mundial da Juventude?

O governo tchecoslovaco saudou com entusiasmo a proposição da Federação Mundial da Juventude Democrática de celebrar no ano de 1947 o Festival Mundial da Juventude na Tchecoslováquia. Em suas discussões foram examinadas amplamente todas as questões relacionadas com a preparação da celebração do festival. A base das decisões do Governo, todos os Ministérios prestam o seu ilimitado apoio político e material ao Comitê Preparatório do Festival. Temos grande interesse no Festival, porque queremos contribuir sinceramente para estreitar os laços que unem a juventude democrática de todo o mundo. Queremos também, que a juventude de todos os países conheça que somos um país livre, democrático, um país que faz todos os esforços pela colaboração pacífica com o resto dos países democráticos. Assim, a juventude contribuirá para desfazer as calúnias que prega, a reação internacional sobre os países eslavos.

6. Que seria, segundo sua opinião, o que mais contribuiria para estreitar as relações entre a juventude dos países eslavos, e sobretudo, entre a juventude tchecoslovaca e a soviética?

Indicarei somente alguns exemplos: Há necessidade, principalmente de se fomentarem as relações diretas entre a juventude dos países eslavos. Todas as excursões das delegações soviéticas ao nosso país tiveram uma grande repercussão, e ajudaram em grande parte a reforçar a amizade entre os povos da Checoslováquia e União Soviética. Da mesma maneira a delegação da nossa juventude e as demais delegações que visitaram a URSS, extraíram grandes experiências e conhecimentos do país soviético. Também tem grande êxito os intercâmbios efetuados entre a juventude tchecoslovaca e iugoslava. Ademais, deve fomentar o interesse da juventude pelos idiomas, a historio, a cultura e as conquistas sociais dos diversos países eslavos. Milhares e dezenas de milhares de nossos cidadãos, principalmente jovens, estudam em nosso país o idioma russo. O profundo interesse existente pela URSS manifesta-se também no ensino de professores soviéticos em nossa Universidade Carolina de Praga. Para reforçar a amizade entre a juventude da Tchecoslováquia, da URSS e de nossos povos em geral, convidamos cordialmente a vossa juventude, vossos artistas, sábios, técnicos e políticos a visitar a Tchecoslováquia.

O primeiro ministro pediu ao correspondente de "Komsomolskaya Pravda" E. Rodikov, que transmitisse através de seu periódico, suas mais cordiais saudações à abnegada juventude da URSS e expressou sua segurança de que nas próximas eleições para o Soviet Supremo das Repúblicas federadas e autônomas, vencerão os candidatos do bloco stalinista de comunistas e sem partido.

Klement Gottwald

FONTE: Problemas - Revista Mensal de Cultura Política nº 5 - Dezembro de 1947.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário