terça-feira, 30 de maio de 2017

Nota de repúdio: Abaixo à perseguição política contra a enfermeira e sindicalista Auxiliadora Alencar!

O Comitê de Luta Contra o Neoliberalismo (CLCN-CE) repudia com veemência a perseguição política sofrida pela companheira de lutas e sindicalista Auxiliadora Alencar, que atuava até a semana passada no Hospital César Cals, da rede estadual de saúde.

A servidora foi comunicada na sexta-feira, 26, por telefone, que tinha sido devolvida e que deveria comparecer à Secretaria da Saúde do Estado para fazer a relotação. Ou seja, ela foi afastada do trabalho no Hospital César Cals sem ao menos ser comunicada do processo em andamento. Não houve sequer respeito ao direito de defesa.

No processo, a auxiliar de enfermagem é acusada de prejudicar a imagem do hospital e do governo do estado por denunciar problemas dentro da unidade, como o caso em que três bebês foram fotografados dividindo o mesmo berço, em setembro de 2015, quando o berçário estava superlotado.

A boa imagem de uma instituição deve ser construída fundamentada na verdade e não na omissão de problemas graves como os que foram denunciados corajosamente pela servidora, que sempre esteve atenta aos anseios, temores e necessidades dos pacientes e trabalhadores, que viam nela a possibilidade de serem ouvidos.

O CLCN soma-se às manifestações de apoio e solidariedade à Auxiliadora Alencar e compreende que é tarefa de todos nós a denúncia do descaso contra o povo pobre.

Denunciar é resistir!
Todo apoio aos lutadores do povo!

Comitê de Luta Contra o Neoliberalismo/Ceará
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário