sexta-feira, 21 de julho de 2017

Não foi coincidência: Toda a solidariedade à CUT-CE contra o fascismo escancarado!

A sede da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) foi invadida na manhã desta quinta-feira (20/08) por um grupo armado e encapuzado, durante reunião preparativa para o ato em solidariedade ao Ex-presidente Lula. Sindicalistas e companheiros da Frente Brasil Popular foram feitos reféns e sofreram brutal violência física e psicológica.

O bando armado levou alguns pertences pessoais de companheiros e computadores da central. Porém, chama-nos a atenção que os agressores sabiam o nome de dirigentes da CUT-CE, ameaçando de morte o presidente e o tesoureiro, vandalizaram o prédio e destruíram moveis e documentos.

As intimidações e o terror na ação inevitavelmente rememoram-nos a uma sucessão de casos com métodos proporcionalmente semelhantes, como a agressão a João Pedro Stédile em Fortaleza (23/09/2015), as depredações às fachadas do PT-CE e CUT-CE e os incontáveis casos em todo o país de violência contra lideranças de esquerda, além do atentado à bomba contra a sede do Instituto Lula.

Todas essas evidencias levantam uma forte suspeita de que o episodio não se trata de um assalto, reflexo da barbárie capitalista; mas sim, um atentado político. O Partido Comunista Marxista-Leninista (PCML), a Juventude 5 de Julho e o Comitê de Luta Contra o Neoliberalismo (CLCN-CE) prestam total solidariedade aos companheiros vitimados e reitera a tarefa de todos os comunistas e progressistas em denunciar e combater o fascismo que jura de morte as instituições democráticas e de esquerda.

Não foi coincidência!

Sucursal CE

FONTE: Jornal Inverta
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário