quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Mais de 80 por cento dos brasileiros respaldam processo contra Temer

Mais de 80 por cento dos brasileiros respaldam a admissibilidade na Câmara dos deputados da denúncia por corrupção passiva apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer.

81 por cento dos entrevistados em uma pesquisa realizada de 24 a 26 de julho pelo instituto Ibope a solicitação da ONG Avaaz considerou que os parlamentares deveriam autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o governante, delatado pelo empresário Joesley Batista.

Entre as mil pessoas participantes na pesquisa, 79 por cento considerou também que o deputado que vote contra a acusação é cúmplice de corrupção, enquanto 73 por cento considerou que quem proceda desse modo não merece ser reeleito nas eleições de 2018.

Segundo confirmou o titular da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a votação do relatório do relator Paulo Abi-Ackel, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), contrário à admissão da denúncia, deverá ser votado na próxima quarta-feira 2 de agosto.

Para que a sessão do plenário possa ser aberta se requer da presença de 51 legisladores, e de um mais para começar a esgotar a ordem do dia. Mas, para que a votação se realize é necessário um quórum de ao menos 342 parlamentares.

Deputados da oposição, contrários à pressa com que se pretende realizar o processo, anteciparam antes do recesso parlamentar que não estariam presentes no plenário para obstruir a votação.

O rito processual que se seguirá, de acordo com a Agência Câmara Notícias, prevê a exposição do relator durante 25 minutos e depois a intervenção de Temer ou de seu advogado defensor por igual quantidade de tempo.

A seguir se concederá a palavra a dois deputados contrários e dois em prol de a admissibilidade da denúncia, depois do qual -se nesse momento estão presentes 257 membros da Casa- poderá ser solicitado o fechamento da discussão.

FONTE: Prensa Latina
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário